Astrologia

O que é um Mapa Astral?

Mapa Astral é a representação gráfica do céu no exato momento de seu nascimento. Para montar o mapa astral, são necessários alguns cálculos que são baseados na data, hora e local que você nasceu. Os dados têm de ser precisos porque alguns minutos podem alterar significativamente a configuração geral do mapa astral.

No Mapa Astral estão indicadas as posições dos astros dentro dos signos do Zodíaco, que é como um cinturão projetado em volta da Terra. O Mapa Astral fornece indicações sobre suas potencialidades básicas, como traços de sua personalidade, habilidades naturais, tendências, etc.

Os Signos são divisões fixas no céu que representam conceitos, ou arquétipos, se nos apropriarmos do termo criado por Carl G. Jung. Quando você diz que é de um determinado signo, está dizendo que o Sol estava neste signo quando você nasceu, e que, portanto, vai manifestar as características que lhe são inerentes.

O sol na Astrologia

O SOL é a nossa essência básica. A posição do Sol no nosso
mapa revela quem realmente somos, qual é a nossa essência básica.
Mostra ainda nossa vitalidade, poder criativo, como reagimos quando
somos pressionados, as causas que defendemos e pelas quais lutamos e o
modo de operação do nosso Ego

O Ascendente na Astrologia

O ASCENDENTE é a nossa máscara, a primeira impressão que passamos.
O que chamamos de ascendente é a cúspide (início) da nossa Casa 1 no mapa astral. Simboliza a primeira impressão que causamos no mundo, a máscara que usamos durante a vida, como se fosse a “roupa que vestimos”. Demonstra nossos maneirismos e temperamentos básico, o que é mostrado logo de cara para as pessoas. É também a energia que precisamos sempre desenvolver ao longo da vida.

A Lua na Astrologia

A LUA é o nosso lado emocional. A posição da lua, o astro modulador de nossas emoções, revela as nossas características mais íntimas, a nossa estrutura psicológica, a nossa resposta subconsciente, nossos hábitos, reações, instintos e como respondemos às circunstâncias da vida.
É a forma como sentimos e como nutrimos os nossos relacionamentos. Demonstra também a qualidade das nossas primeiras lembranças da infância, o que nos faz sentir confortável, nossos gostos (principalmente quando estamos em nosso ambiente intimo e privado), o nosso controle emocional e o nosso funcionamento psíquico e intuitivo, sendo um
símbolo para as nossas necessidades.

Mercúrio na Astrologia

MERCÚRIO é o nosso intelecto. A posição de Mercúrio simboliza como nos
comunicamos, nos expressamos e o tipo de raciocínio que possuímos. Revela também os modelos mentais e intelectuais das nossas experiências, a forma como reunimos e processamos informações para nos adaptarmos e entendermos o ambiente que nos cerca e como passamos para o mundo aquilo que está em nossa mente.

Vênus na Astrologia

VÊNUS é a nossa vida afetiva de atração. A posição de Vênus simboliza basicamente a forma como amamos e seduzimos, o nosso modo de atração e estilo pessoal.
Revela o tipo de coisas as quais vemos beleza e damos valor. Mostra também as coisas que mais têm potencial de serem agradáveis para nós e também como nos relacionamos com as pessoas e os objetos que nos cercam.

Marte na Astrologia

MARTE é a nossa energia e força interior. A posição de Marte em nosso mapa astral revela como agimos e projetamos nossa vontade, como expressamos nossa raiva, lutamos por aquilo que acreditamos, como conquistamos o que queremos, como superamos os obstáculos e a nossa
maneira de agir individual. É o nosso espirito de luta, a forma que nos defendemos e atacamos o impulso sexual e o modo de ação do nosso guerreiro interior.

Júpiter na Astrologia

JÚPITER é o nosso potencial de crescimento, sorte e oportunidades. A expressão de Júpiter no nosso mapa astral nos permite analisar nosso potencial de crescimento e expansão, nossa consciência e mente superior. É também a forma como enxergamos “algo a mais” da vida, como julgamos a nós e os outros, o nosso estado de graça por algo que confere um
sentido mais amplo para a nossa existência. Revela também o que tem mais condições de nos fazer feliz e e incrementar o sentido da nossa vida. É onde e como percebemos as boas oportunidades e as áreas da vida onde podemos ser mais bem sucedidos.

Saturno na Astrologia

SATURNO são os nossos desafios, limitações e regras. A posição de Saturno no mapa astral simboliza o nosso “mestre interior”. Revela o potencial que temos para agir com disciplina e responsabilidade, como impomos a ordem ante aos caos. Significa também onde podemos ter uma certa fraqueza e fragilidade, um lado nosso que nos incomoda, mas que incrivelmente conseguimos desenvolvê-lo melhor com o poder do tempo.
Simboliza as dificuldades que têm potencial para nos gerar consciência, maturidade e experiência. É a forma como nos adequamos às regras da sociedade, nosso modo de aceitação ás normas e restrições que nos são impostas. Indica também uma certa dificuldade natural na área onde
se posiciona no mapa. Quando nos esforçamos para cumprir o que é proposto por Saturno, pela nossa força de vontade e foco empreendido, ganhamos experiência naquele setor e somos recompensados.

Nodo Norte da Astrologia

A interpretação dos nodos lunares em nosso mapa astral está relacionada
a questões de passado, presente e futuro e nos ajudam a lembrar das jornadas da alma, tanto as que foram esquecidas temporariamente (mas são recursos naturais), quanto aquelas que são importantes em nossos caminhos e desafios da atual existência.
O Nodo Norte (ou cabeça do dragão) é uma das nossas bússolas e está ligado ao presente e ao futuro. Indica quais experiências devem ser aprimoradas e levadas da nossa jornada atual e as questões que poderão ser evoluídas e resolvidas ao longo desta vida, mesmo que não sejam tão naturais.
Pode ser um área um pouco desconfortável, mas que irá sempre nos
convocar e nos ajudar a dar mais sentido ás nossas vidas.
O Nodo Sul (ou calda do Dragão) é diretamente oposto ao Nodo Norte e indica coisas que já foram recebidas e estão internalizadas em nossa essência.
Nos diz sobre os aspectos muito costumeiros da nossa personalidade e que
devem ser deixados para trás nessa existência até que se de o equilíbrio com sua contraparte. É considerado também parte da nossa “zona de conforto”, já que tende a ser uma área bastante familiar e conhecida por nós. No entanto, pode evidenciar hábitos e situações enraizadas e as quais temos bastante afinidade, uma área sem muitos desafios onde facilmente caímos na monotonia e nos vícios comportamentais, coisas que podem nos causar frustações e que não ajudam em nossa evolução pessoal. Os nodos lunares podem nos ajudar a responder perguntas como:
“Qual o meu propósito atual?”, “O que devo fazer da minha vida?”, “Qual a minha missão?” “Quais recursos inatos podem ajudar minha jornada?”. Devemos sempre rumar para o Norte levando os aprendizados do Sul
sem que estes se tornem o objetivo, mas sim, uma boa fonte de recursos.

O Meio do Céu na Astrologia

O MEIO DO CÉU é nosso status, o reconhecimento público. O que chamamos de meio do céu é a cúspide (início) da casa 10 no mapa astral. Exibe como somos vistos socialmente a nossa fama e status pessoal. É um norte que pode indicar o melhor caminho a seguir para suprir as necessidade do superego, um bom indicador social e profissional.

fonte: Astrolink

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *